Loading...

E "prontos"!

Fiz birra e também criei um blog.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Preciso urgentemente de uma "espécie" de consultor de imagem.
Não é bem um consultor de imagem, é alguém que me saiba dizer logo pela manhã qual a roupa que devo vestir, tendo em conta um único factor - o clima.
Se visto roupas mais frescas passo o dia a tiritar de frio, se me agasalho tenho calor...
Mas que treta!!!!
Que venha o Inverno a sério que assim já não há dúvidas.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Do amor

Poderia amar-te para sempre se tivesses sabido amar-me.
Mas o amor não é a paixão desenfreada que nos consumia no início.
O amor é o que fica depois e precisa de ser cuidado, alimentado...
Amar-te-ia tanto como antes se não tivesses pensado que o amor é um dado adquirido.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Serei má?

O meu amigo Paulito divorciou-se e eu estou muito contente. Eh!
Serei má?
Nunca gostei da mulher dele, hoje estive com ele e eu não o via assim tão bem e tão despreocupado desde que se casou.
Não, não sou má.
Estou contente porque acho que ele está melhor assim.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

ÓDIOS 5

Odeio a calçada portuguesa.
Eh pá, é bonita é tradicional, é isto é aquilo... Mas andar em cima dela com saltos altos é uma tortura. Principalmente para mim que consigo acertar com o salto em todos as frestas entre as pedras.
Tenho que passar a ter umas sabrinas no escritório, para calçar quando tiver que correr de tribunal em tribunal.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Ódios 4

Odeio as sextas-feiras à tarde em período laboral!
Estou aqui à espera que as horas passem para que chegue o fim de semana, e o relógio, só para me contrariar, faz com que as horas tenham 120 minutos.
Ainda por cima hoje não tenho nada que fazer. Não era melhor ir embora já? Era.
Esta merda de ter que cumprir horários é o que mais me chateia no trabalho.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Gosto

Gosto de dormir e de acordar tarde e devagarinho, mas não gosto de me deitar cedo. Gosto de acordar a meio da noite, quando a casa está silenciosa e parece que só eu a habito, bebo um copo de leite, fumo um cigarro lentamente e meia dormente e volto para a cama onde logo mergulho no sono. Gosto de tomar banhos de imersão demorados, com a água bem quente e cheia de espuma. Gosto que a minha casa cheire bem e esteja arrumada, e desespero porque nunca consigo tê-la assim mais do que um, dois dias, porque os meus co-habitantes se encarregam de a desarrumar. Gosto muito das minhas criaturinhas mas, de vez em quando, gosto de ficar sem elas ao fim de semana, para poder sair, beber, dançar, sem ter que me preocupar com nada. Adoro dançar! Gosto de fumar, gosto muito, mesmo sabendo que faz mal, e, de vez em quando, gosto de fumar algo mais do que tabaco. Gosto de um bom vinho tinto, um bom Champanhe, mas também gosto de uma cervejola. Gosto de comer, não muito de cada vez, mas gosto de boa comida, desde os pratos tradicionais aos pratos gourmet, passando por um bom petisco. Gosto de camarões, em geral gosto de todo o marisco mas sou doida por camarões e ostras, mas também gosto de uma bela caracolada. Gosto de ler, leio compulsivamente e orgulho-me da minha biblioteca que já é numerosa e bem variada, e não tenho um único livro que esteja lá só para enfeitar, li todos e alguns mais do que uma vez. Gosto de música, de vários estilos desde que de qualidade, gosto de rock, pop, alternativa, transe, chill out, mas também gosto de música clássica - Bach e Vivaldi os meus preferidos. Gosto de olhar para coisas belas assim como para pessoas cuja beleza salta à vista, homens ou mulheres, não interessa. Gosto de sexo, mas posso passar sem ele durante algum tempo, só gosto de bom sexo, daquele que me faz esquecer de tudo e ter prazer, prazer e prazer... Só uma vez, muito nova ainda, fingi um orgasmo, nunca mais o fiz, ninguém merece que façamos isso. Nunca fingiria um orgasmo só para satisfazer o parceiro. E então e eu? Gosto de bons perfumes, gosto de roupa e sapatos mas não sou escrava da moda. Uso o que gosto e aquilo com que me sinto bem.
Gosto de pisar o risco e aventurar-me (muito de vez em quando) por caminhos obscuros de onde regresso sempre porque aventuro-me mas não esqueço a realidade.
Gosto do Outono mas também gosto do Inverno, de ficar enroscada no sofá embrulhada a uma boa mantinha e vegetar em frente à televisão, e também gosto da Primavera e do Verão por causa do sol da praia e da liberdade que se sente com tão pouca roupa.
Gosto de mim a maior parte dos dias, noutros não gosto muito.
De ti? De ti não gosto, já gostei, agora não.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Olá Mãe

Hoje faz quatro anos que saíste para sempre da minha vida (ainda me faz impressão dizer simplesmente que hoje faz quatro anos que morreste).
Não vou repetir o que tenho escrito de há quatro anos para cá - que foste uma grande mulher e uma grande mãe e blá blá blá.
Vou simplesmente dizer-te olá, dizer-te que os anos não atenuam a saudade de te sentir fisicamente, os teus abraços as tuas mãos os teus beijos a tua voz calma e serena com que me falavas quando eu chorava no teu ombro.
Quero só dizer-te olá, porque este ano senti-te finalmente dentro de mim, já arrumei a casa e reservei-te um quarto dentro de mim, por enquanto é só teu, porque ainda não consegui lá pôr o pai, porque ainda nem 2 anos passaram e porque o seu suicídio me deixou terrivelmente zangada. Só há pouco tempo deixei de me sentir zangada e passei a sentir a dor de não o ter também comigo.
Neste ano que tem sido particularmente difícil para mim, tenho adormecido a pensar em ti e vou ao quarto onde moras dentro de mim e choro no teu ombro. Quando acordo quase sinto o teu abraço e as tuas mãos a fazer festas de consolo.
Amo-te muito Mãe!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A escola da minha filha passou a abrir os portões às 8:15h, antes abria às 7:45h.
Ou seja, quer alunos, quer professores têm que fazer fila para entrar ordenadamente (teoricamente) quando o portão abre.
Ora tendo em conta que a miúda tem a primeira aula, todos os dias às 8:25h, que primeiro entram os professores, que sendo ela do 5º ano é muitas vezes "delicadamente" ultrapassada pelos matulões do 7º, 8º e 9º, vai quase de certeza chegar às aulas em cima da hora ou até um pouco depois.
Mas, o mais engraçado (sem graça nenhuma) nesta história, é que isto acontece porque a escola tem falta de pessoal.
Eu acho incrível num país em que a taxa de desemprego é elevadíssima, acontecer este tipo de situações. O que é que se passa? Os centros de emprego não encaminham as pessoas para este tipo de trabalho ou será que pessoas desempregadas não aceitam um emprego de auxiliar de educação por ser desprestigiante? Eu sei que o ordenado dos contratados para este trabalho não é bom, são três euros por hora, mas o subsídio de desemprego, mais tarde ou mais cedo acaba. Não é preferível ter um emprego?
Eu não entendo este País.