Loading...

E "prontos"!

Fiz birra e também criei um blog.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A escola da minha filha passou a abrir os portões às 8:15h, antes abria às 7:45h.
Ou seja, quer alunos, quer professores têm que fazer fila para entrar ordenadamente (teoricamente) quando o portão abre.
Ora tendo em conta que a miúda tem a primeira aula, todos os dias às 8:25h, que primeiro entram os professores, que sendo ela do 5º ano é muitas vezes "delicadamente" ultrapassada pelos matulões do 7º, 8º e 9º, vai quase de certeza chegar às aulas em cima da hora ou até um pouco depois.
Mas, o mais engraçado (sem graça nenhuma) nesta história, é que isto acontece porque a escola tem falta de pessoal.
Eu acho incrível num país em que a taxa de desemprego é elevadíssima, acontecer este tipo de situações. O que é que se passa? Os centros de emprego não encaminham as pessoas para este tipo de trabalho ou será que pessoas desempregadas não aceitam um emprego de auxiliar de educação por ser desprestigiante? Eu sei que o ordenado dos contratados para este trabalho não é bom, são três euros por hora, mas o subsídio de desemprego, mais tarde ou mais cedo acaba. Não é preferível ter um emprego?
Eu não entendo este País.

Sem comentários: