Loading...

E "prontos"!

Fiz birra e também criei um blog.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Estranha forma de vida...

É como vivo agora. Presa a uma relação que já terminei há meses mas, e apenas, por razões materiais não consigo separar-me fisicamente
Tudo seria mais fácil se não tivesse duas criaturinhas a dependerem de mim. Estivesse eu sozinha e já estava a morar num casebre qualquer, mas não vou sujeitar os meus filhos a viver num quarto para três com serventia de cozinha e casa de banho.
Tudo seria mais fácil se em três anos não tivesse perdido os meus pais, que eram o meu refúgio o meu apoio que não hesitariam em ficar com os miúdos até eu conseguir um sitio para os três.
Tudo seria mais fácil se a merda da crise não fizesse com que o meu ordenado, que até nem é mau, seja pago por três ou quatro vezes, o que me impede de ter liquidez para pagar dois meses de renda numa nova casa,
Tudo seria mais fácil se o homem com que vivo aceitasse de uma vez por todas que tudo acabou e que apenas vivemos na mesma casa e partilhamos despesas e não tentasse tocar-me ou fazer amor. Será que não percebe que já não sinto o mínimo desejo por ele?
Tudo seria mais fácil se não se estivesse a tornar cada vez mais difícil partilhar o espaço físico com um homem que já amei mas que agora, depois de tantas discussões e acusações, cada vez sinto menos por ele.
Esta é uma estranha forma de vida...

Sem comentários: